Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘estrada’

Minha memória é de espelho retrovisor embassado de fumaça da neblina de paz da noite que chega. Espelho|ohlepsE me faz lembrar pedaços perigosos deste caminho que estou seguindo a algum tempo, entre curvas aventureiras do meu cotidiano e retas em alta velocidade de quem valoriza mais a viagem que o destino de tuas rotas.

Minha memória é vermelha rústica de móveis coloniais dos mistérios dos ministérios das artes de quem pouco se importa. Vermelha do calor do seu sangue nos meus sonhos, dos movimentos dos teus lábios nos meus encontros, entre outros tons de você que se configura nestes destinos de minhas rotas.

Take Off Your Panties

Take Off Your Panties

Read Full Post »

o minuto passado inventou a sombra deste final de semana.
simples, educado e sonhador, projetou neste semblante
histórico pós barba uma sequência de passos em estrada
tranquila, conhecida e sem tumulto.

fladancing

[foto por: CameraOne]

começou o novo trecho deste mês, antes a loucura de histórias
bem escritas mas preguiçosamente vividas, agora a prontidão
pra deixar a face na frente, ventania pós ventania, para ouvir
na hora exata a melodia e ter a realidade na cor dos sonhos
pintados no moleton quente deste inverno, a pura euforia de
sexta-feira vivendo uma quarta… uma parte da quarta.
agente acorda, brilha, abre os olhos e descobre uma parte do
que faltava, completando o espaço deixado de lado antes, por
desigualdade satisfatória por saber que simples somos mais
atropelados por estes intantes inexplicáveis de bem estar.
é puro momento de fumaça de incenso, de ocupar os lados, os
minutos que estão chegando, o sorriso da alma, instrumento de
paz interior esquentando a palma da mão.
o instante se prolonga, se multiplica por toda a existência.
a vida explicada por um piscar de olhos, entendida no minuto
que deixou no pensamento a temperatura que todo o resto dos
dias pretendiam ter. acordar dentro de si mesmo, no pulmão o
ar, no coração o sangue e na mente o controle de uma identidade.

Read Full Post »

de repente a estrada muda.
o vento acalma, o calor vira simpatia.
os passos tortos se acertam, viram guia.
o relógio começa a nos entender,
e o DJ acerta cada vez mais na melodia,
pura sintonia.
a lua no céu noturno fica intensa,
decodificando mensagens antes esquecidas.
a idéia de carpe diem se encosta numa rede no litoral,
no quase perfeito visual, abraçando o sorriso como urso faminto.
um “terrível” alto astral caminha lado a lado com a rotina.
o respeito forte no coração massageia pensamentos de igualdade.

illtakeyou

de repente, a lampada perde lugar para a vela,
o motor do carro para a passarela,
e me sinto vivo dentro de mim.
a tranquilidade se instala no peito,
a pele se sente protegida pelo mistério.
a descoberta acontece, sob uma sombra de um beijo.
de repente a estrada muda:
o vento acalma, o calor vira simpatia…

Read Full Post »